Reunião do Conselho Local de Saúde Glória

Reunião do Conselho Local de Saúde Glória

A reunião acontece toda terça-feira do mês às 19 horas, no Centro de Saúde Glória.
Rua Eneida, 955 - Glória- Belo Horizonte - MG - Brasil - 3277-7126 - 3277-7176
...............A Entrada é GRATUITA.....Participe!!!..........................

Falando a Mesma Língua - Esperanto

Assunto do Tópico: Re: Movimento Zeitgeist e Esperanto

Enviado: 24-11-2011 17:37
 Membro desde: 23-11-2011 17:31 - Localização: Belo Horizonte - MG

Cerebro escreveu:
Mais uma coisa Gabriel, uma obra em português é facilmente convertida para o esperanto mantendo ao máximo o sentido original?

Conversão de obras de outros idiomas para o esperanto é uma coisa que varia dependendo da língua se tornando mais fácil ou difícil?

Converter, em si, obras para o esperanto em diversas línguas costuma ser mais fácil que converter para o inglês?


Acredito que sim, Cérebro. O Esperanto possui uma estrutura aglutinante, isto é, forma-se palavras ajuntando pecinhas linguísticas, tipo o LEGO. Isso deixa a língua muitíssimo flexível. Um exemplo muito legal para mostrar a estrutura aglutinante e a flexibilidade do Esperanto é a seguinte:

A raiz san- refere-se a saúde.

Acrescentando-se o sufixo -o no fim de qualquer palavra produz-se o substantivo da ideia expressa na raiz. Assim:

sano = saúde

Acrescentando-se o sufixo -a no fim de qualquer palavra produz-se o adjetivo da ideia expressa na raiz. Assim:

sana = saudável

Pode-se formar os advérbios acrescentando-se -e no fim de qualquer palavra, produzindo, nesse caso:

sane = saudavelmente

Os verbos são bem simples. Terminado em -i é infinitivo, em -as, presente, em -is, passado, em -os, futuro, em -u, imperativo, em -us condicional. Não se conjuga os verbos para pessoa, só para tempo. Desse modo:

sani = ter saúde
Mi/Vi/Li/Ŝi/Ni/Vi/Ili sanas = Eu/... tenho saúde.
Mi sanis = Eu tive saúde
Mi sanos = Eu terei saúde
Vi sanu = Tenha saúde
Mi sanus = Se eu tivesse saúde

Além disso, há muitos os prefixos e sufixos que dão outras ideias. Por exemplo, para criar o antônimo das palavras basta acrescentar mal- na frente da palavra:

malsano = doença (contrário de saúde e substantivo, pois termina em -o)

O sufixo -ul refere-se a indivíduo. Por exemplo:

sanulo = uma pessoa sã/saudável
malsanulo = uma pessoa doente

O sufixo -ej expressa lugar. Assim:

malsanulejo = hospital (lugar de pessoa sem saúde)

Então, vendo a regularidade e a flexibilidade do esperanto, eu posso dizer que o Esperanto é útil para tradução de qualquer língua, e eu penso que é mais adequada que o inglês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você pode usar perfil de ANÔNIMO, para COMENTAR
mas não se esqueça de se identificar